DIA DOS PAIS!

Papai sabe tudo… mas na cozinha pode sempre aprender um pouco mais!

Para o dia dos pais preparei juntamente com a SPICY uma aula de gastronomia super diferente. Vamos aprender todos os segredos para preparar 3 peixes típicos do litoral brasileiro, desde a escolha dos peixes até a degustação!

Para mais informações cliquem na imagem a baixo.

Espero vocês e seus pais lá!

In Vino, Veritas!

Como diria Lord Byron “o vinho consola os tristes, rejuvenesce os velhos, inspira os jovens, alivia os deprimidos do peso das suas preocupações”. Bons vinhos merecem a companhia de boa comida, então seguem algumas receitas!

Boeuf Bourguignon

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Ingredientes:

 * 1kg de alcatra cortada em cubos grandes (se preferir use músculo ou coxão mole)
 * 150g de bacon
 * 2 cenouras descascadas e fatiadas
 * 1 cebola grande descascada e picada
 * 1 garrafa de vinho tinto seco
 * Ramos de alecrim e tomilho
 * 1 folha de louro
 * 1 talo de alho poró
 * 1 talo de salsão
 * 1 anis estrelado
 * 1 dente de alho picado
 * 12 echalotes – cebolas pequenas descascadas
 * 200g de champignons de Paris frescos, em fatias bem finas
 * 1 tablete de caldo de carne
 * 1 tablete de tempero de cebola
 * ½ xícara de chá de água
 * 40 g de manteiga
 * Açúcar, sal, pimenta e óleo a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela frite o bacon até ele ficar bem torradinho. Retire da panela e reserve. Em um recipiente grande faça uma marinada. Junto todos os legumes, a cebola grande picada, o alho poró, o salsão, o alho, os temperos e cubra tudo com o vinho tinto. Deixe a marinada descansar na geladeira de um dia para o outro.

Separe a carne da marinada e esprema bem para escorrer todo seu suco (use um pano ou uma peneira grande). Aqueça uma frigideira em fogo alto e refogue o alho e a cebola, em seguinte junte a carne e deixe cozinhar. Retire a carne da frigideira e reserve. Coloque os cogumelos na mesma frigideira juntamente com toda a marinada, acrescente o sal, o caldo de carne e o tempero de cebolae deixe cozinhar em fogo baixo com a panela tampada por cerca de 2 horas ou até que a carne fique macia).

Em uma panela pequena aqueça uma mistura de manteiga e óleo, acrescente as echalotes e deixe dourar, em seguida acrescente água e um pouco de açúcar e caramelize-as até que fiquem macias.

Para finalizar, acrescente o bacon e as echalotes.

 

Croque Monsieur

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Ingredientes:

2 fatias de Pão de Forma
2 fatias de Presunto
100g de Queijo Emmenthal
100ml de bejamel

.
Modo de preparo:

Passe o bejamel nas fatias de pão, acrescente o presunto em uma das fatias e o queijo sobre as duas e coloque para gratinar por 7 minutos. Sirva com um boa salada!

.

Sopa de Cebola

.

.

.

.

.

.

.

.

.
Ingredientes:

 * 1 cebola cortada em rodelas
 * 1 taça de vinho
 * 100ml de caldo de carne
 * 10g de roux
 * 10g de emmenthal
 * 1 fatia de pão

.
Modo de Preparo:

Em uma panela coloque a cebola, o caldo e o vinho. Junte o roux mexendo sempre. Leve ao prato coloque o pão e o queijo sobre tudo isso e deixe gratinar por 7 minutos.

.

Sopa de Queijo

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.
Ingredientes:

 * 100g de queijo brie
 * 100g de queijo emmenthal
 * 20g de queijo roquefort
 * 300ml de creme de leite
 * 1 taça de vinho branco
 * 20ml de azeite
 * 1 talo de alho poró
 * Noz moscada a gosto

.

Modo de Preparo:

Aqueça o azeite em uma panela e acrescente o alho poró, os queijo, o vinho e o creme de leite. Tempere com a noz moscada e passe em um processador. Sirva com uma taça de vinho tinto.

 

FRIO=VINHO,GRANA PADANO E TRUFA!!!!!!!!!!!!

GRANA COM  MEL DE TRUFAS

° O Queijo pode ser fabricado com leite de ovelha, vaca, cabra, ou se compor numa mistura de vários, por isso a sua consistência e paladar, variam conforme a região onde é produzido.
° A França é o país que mais vem se dedicando ao consumo do queijo.
Portugal tem se evidenciado na produção de queijos, primando pela riqueza de seus aromas e sabores.
° Diz a lenda, que Aristeu, um dos filhos de Apolo, descobriu o queijo.
O queijo era muito apreciado, desde a Antiguidade, pelos Caldeus, Assírios, Egípcios, Gregos e Romanos. Já numa escala de grandes variedades, e por se conhecer o seu valor nutritivo, fazia parte da alimentação dos soldados e atletas.
O comércio do queijo nasceu em Roma.
O leite, produto que dá origem ao queijo, surgiu como o primeiro alimento do homem, e há mais de 10 mil anos os animais passaram a ser ordenhados, para que, não só o leite materno fizesse parte da nossa alimentação.
Percebeu-se mais tarde que, quando guardado em ambientes quentes, este coalhava rapidamente. Neste processo em que se solidificava, escorria um liquido ao qual chamamos de “soro”, e foi a partir desta observação, que se passou a colocar o leite coalhado numa cesta de vime, para que o “soro” pudesse escorrer.
Descobriu-se também, mais tarde, que uma enzima digestiva, extraída do estômago dos cabritos, denominada coalho, seria um elemento de extrema importância no processo de fabricação do queijo.

ELETRO GOURMET!

Semana passada falei um pouquinho sobre Waffle eas formas de preparar essa delícia. Esta semana continuo na minha missão é transmitir conforto, experiência e confiabilidade ao usar eletroportáteis, mas dessa vez com um prato beeem tradicional e que eu particularmente adoro!

A FONDUE

Sim, diferente do que muitos pensam e dizem, o correto é dizer “A Fondue”, uma iguaria cuja origem não é totalmente conhecida. O mais provável é que tenha surgido na região de Jura/Savoia, na fronteira entre França e Suíça. O registro mais antigo de uma receita para fondue está em um livro de culinária escrito em Zurique, no ano de 1699.

Contrariamente à crença popular, a fondue não teria sido inventada por habitantes dos alpes suíços. Historiadores dizem que nessa época o queijo usado na fondue era muito caro, não estando acessível a maioria dos moradores dessa região. Desta forma, o mais provável é que durante os séculos XVIII e XIX a fondue teria sido uma iguaria desfrutada apenas por pessoas mais ricas, vivendo nos grandes centros.

Durante a década de 1950, a fondue entrou nas cozinhas do exército suíço, tornando-se assim conhecida dos soldados, que levaram a receita para suas casas. Até hoje a preparação da fondue é considerada uma “coisa de homem” na Suíça.

Por volta do fim da década de 1950 a fondue ganhou fama internacional. O Chefe Conrad Egli, do restaurante Chalet Suísse, em Nova Iorque, passou a servir o prato. Para complementar, criou a fondue de chocolate, que servia de sobremesa.

 .

FONDUE DE CARNE NA CERVEJA

.

Ingredientes:

Para a Carne:

300g de filet mignon em fatias finas

110g Cogumelos Paris Frescos e fatiados

 .

Para o Cozimento:

20g de Caldo de Carne em pó

1l de Cerveja Escura

60g de Açúcar Mascarvo

1 mix de Ervas Frescas (tomilho, hortelã e manjericão)

 .

Para o molho Brie:

200ml de Creme de Leite fresco

100g de Queijo Brie

.

Em uma panela para fondue coloque as Ervas, o Açúcar e Caldo de Carne. Quando começar a caramelizar adicione a Cerveja Escura e deixe em fogo baixo.

Em uma frigideira coloque o Queijo Brie e o Creme de Leite, ajuste o sal e deixe ferver por 10 minutos. Logo após, bata em um liquidificador e sirva com o Filet e os cogumelos fatiados.

ELETRO GOURMET!

Este mês minha missão é transmitir conforto, experiência e confiabilidade ao usar eletroportáteis no preparo de diversos pratos. Para isso vou utilizar um pouco de conhecimento, histórias e receitas.

 

WAFFLE

Waffle é uma palavra inglesa (pronuncia-se “uafou” ou “ueifou”). Os franceses o chamam de gaufre. Para o preparo, eu indico que a massa seja feita com 1 dia de antecedência e guardada na geladeira. Tradicionalmente os waffles são servidos com Maple Syrup, uma calda doce extraída da seiva de uma árvore originária do Canadá, facilmente encontrada em lojas de importados. Cuidado ao comprar, observe a embalagem, pois existem algumas “cópias” com sabor artificial.

.

.

 

Waffle Base Doce

Ingredientes:

200g de Cream Cheesee
1,5 xícara (chá) de Farinha de Trigo
1 xicara (chá) de Açúcar
1 colhere (chá) de Fermento em Pó
3 Ovos (separe 2 claras)
1 xícara de Leite
4 colheres (sopa) de Óleo
1 colher de chá de Canela

Modo de Preparo:

Antes de tudo, peneire a Farinha de Trigo e o Fermento e reserve. Bata as Gemas, adicione o Leite, o Óleo e o Cream Cheesee. Acrescente a Farinha de Trigo e leve a batedeira até ficar uma massa lisa e homogênea. Bata as Claras em Neve e junte à mistura anterior, mexendo delicadamente. Aqueça a máquina de Waffle e coloque a massa, sem encher muito para não derramar. Feche a tampa e deixe até dourar.

dica do Chef: adicione algumas bananas cortadas (pequenas) à massa.

Para Servir:

Como eu já disse, o tradicional é servir o Waffle com Maple Syrup, mas fica ótimo com manteiga, mel, geléias, compota de frutas ou calda de chocolate.

.

Waffle de Salmão com Creem Cheese e Rúcula

Ingredientes:

400 gr de cream cheesee
1,5 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (café) sal
1 colher (chá) de fermento em pó
3 ovos (separe 2 claras)
1 xícara de leite
4 colheres (sopa) de óleo
3 colher de queijo ralado
200 gr de salmão defumado
1 maço de rucúla

Modo de Preparo:

Em um liquidificador, bata os ovos, o leite, o óleo, 2 xícaras de queijo parmesão, sal, e 200gr de cream cheesee.  Em seguida junte a farinha já com o fermento e reserve. Coloque a massa no seu aparelho de waffle, adicione uma colher de cream cheesee, um pouco de salmão defumado e a rúcula. Deixa assar e pronto.

AGENDA DE JUNHO!

SPICY Gourmet!

 

Cada vez mais a gastronomia se torna parte do dia-a-dia do brasileiro. Quero convidar a todos para o Projeto SPICY Gourmet, um encontro nas lojas da grife com o Chef Spicy, este que vos fala (no caso escreve…), ensinando um pouco da história e do linguajar gastronômico, em um encontro para estreitar relacionamentos, dar dicas, trocar segredos e compartilhar experiências.

As inscrições são GRATUITAS e feitas diretamente nas lojas SPICY. Segue a agenda:

DATA HORA LOCAL
02/06/2011  13h as 16h  SPICY Gabriel Monteiro da Silva
02/06/2011 19h as 22h SPICY Shopping Higienópolis
03/06/2011 19h as 22h SPICY Morumbi Shopping
04/06/2011 17h as 19h SPICY D&D Shopping
08/06/2011  19h as 22h  SPICY Gabriel Monteiro da Silva 
09/06/2011 19h as 22h CUISINART 
10/06/2011 15h as 22h SPICY Iguatemi Salvador
11/06/2011 13h as 18h SPICY Salvador Shopping
15/06/2011 19h as 22h SPICY Gabriel Monteiro da Silva
16/06/2011 19h as 22h SPICY Iguatemi Campinas
17/06/2011 19h as 22h SPICY Morumbi Shopping
18/06/2011 09h as 15h SPICY Gabriel Monteiro da Silva
23/06/2011 19h as 22h SPICY Shopping Higienópolis
24/06/2011 19h as 22h  
29/06/2011 19h as 22h CUISINART
30/06/2011 19h as 22h SPICY Shopping Cidade Jardim

RECEBER

BELEZA SE PÕE A MESA II

 

 

 

 

 

 

 

No começo da semana falei sobre o Serviço à Americana e suas vantagens. Hoje vou falar um pouquinho sobre um serviço mais tradicional, indicado para refeições mais requintadas. Quem já teve a oportunidade de visitar Restaurantes mais renomados deve ter provado deste serviço. Espero que gostem!

.

Serviço à Francesa

.

.

.

.

.

.

.

.

Não se sabe ao certo quando este tipo de serviço surgiu, mas ao ver as mesas preparadas para o Serviço à Francesa eu logo imagino um jantar preparado para a realeza, acho que a própria corte do Rei Louis XVI foi servido desta forma.

O Serviço a Francesa é ideal para jantares formais e requer uma equipe bem familiarizada com este tipo de cerimônia. Segue o “Modus Operandi”:

   – O jantar começa a ser servido pela convidada principal, à direita do dono da casa.

   – Em seguida são servidas as outras convidadas, terminando pela anfitriã.

   – Os homens são servidos depois das mulheres, na mesma.

   – Os pratos são apresentados pelo lado esquerdo dos convidados.

   – Todos os pratos são passados duas vezes, exceto as sopas e os queijos.

.

Arrumando a Mesa: 

Este tipo de serviço requer atenção aos mínimos detalhes! Eu indico que a preparação comece algumas horas antes do jantar. Fiz um lista com a mesa completa. O desenho esta meio improvisado, mas vale a pena dar uma olhada:

. 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

1. Borda da Mesa
2. Sousplat (opcional)
3. Prato de Serviço
4. Prato de Entrada / Salada
5. Prato de Pão
6. Eixo para posicionar o Prato de Pão
7. Colher para Entrada ou Sopa (opcional)
8. Garfo e Faca para Entrada ou Primeiro Prato
9. Garfo e Faca para Prato Principal
10. Faca para Manteiga
11. Talheres para Sobremesa (coloque Faca caso sirva Frutas)
12. Copo / Taça para água (sempre o maior)
13. Taça para Vinhos Tintos
14. Taça para Vinhos Brancos
15. Taça para Champagne ou Espumantes
16. Guardanapo
17. Eixo para posicionar os Copos
18. Eixo para posicionar os Copos (caso tenha espaço na mesa)

.

.

.

.

.

.

A disposição dos talheres e copos podem aumentar de acordo com a quantidade de pratos a serem servidos.

.

.

.

.

.

.

Outra opção para o arranjo da mesa, desta vez com taças para vinhos e água.

.

.

.

.

.

.

Uma opção mais elaborada com serviço para vinhos brancos, tintos e água.

.

.

Dicas do Chef:

   – Veja se a toalha esta bem passada.

   – Não use toalha estampada com louça colorida ou decorada. Nesse caso, a toalha deve ser lisa.

   – Um arranjo de flores no centro da mesa valoriza o seu jantar. Preste atenção na harmonia com o conjunto nas cores e no estilo. IMPORTANTE: escolha as flores com caule curto. Flores muito altas impedem a comunicação entre os convidados.

   – Opte por porcelana branca. Um clássico adequado a qualquer mesa!

   – Limpe os copos com álcool: eles ficarão transparentes e muito brilhantes.

   – Não ponha paliteiros à mesa, mas tenho alguns à mão para o caso de algum convidado pedir.

   – Tenha sempre refrigerantes e água para os convidados que não bebam bebidas alcoólicas.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.